domingo, 25 de julho de 2010

Perfeição


Confesso, sou perfeita. Sei que é estranho ler isso. Mas mais estranha ainda é a idéia de que algum ser humano não seja assim. Sou saudável, tenho amigos, família, luto pelo que quero, me esforço na escola. O que mais posso querer? Que meus inimigos me amem? Que eu seja a melhor da sala? Que todos me achem linda e se apaixonem por mim? Já cometi erros, brinquei com as pessoas por puro prazer (ou vingança), ri de algumas outras. Mas não deixo de ser perfeita. Porque sou meu máximo, não preciso ficar pensando na garota popular e em como eu queria ser como ela. Se fosse como ela, não teria os amigos que tenho, não seria eu mesma, Mayara. Então, quando lhe disserem que não é boa o suficiente, ria. Mas ria com vontade, aponte e ria na cara do idiota. Ninguém tem o direito de dizer o que lhe falta ou lhe sobra. Ninguém é tão Deus a ponto de decidir o que é ou não certo.

Sejam perfeitas para si mesmas.
Beijos, May

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails