sexta-feira, 24 de julho de 2009

E se Fosse Verdade?

O tema dessa semana do Blorkutando é "E se fosse verdade?", e eu posso escolher falar do passado ou do futuro, como eu estou quase entrando em um colapso nervoso por não saber o que fazer ano que vem, pensei que talvez fosse legal escrever sobre o futuro, para tentar imaginar.

Acordei meio confunça, tentando me acostumar com a luz, tudo parecia muito diferente minha cama não era a mesma, o cheiro não era o mesmo, dava até a impressão de que eu não era a mesma. Quando finalmente consegui me levantar percebi que até não era o meu quarto, mas aquilo era impossível, no dia anterior estava tudo do mesmo jeito, tudo no seu lugar. Sai do meu suposto quarto com medo do que iria encontrar, era uma outra casa em uma outra época talvez em um outro país.
Aquilo não podia ser real, senti um medo, um dia eu tinha 17 anos e depois eu tinha 25 era cientificamente impossível, ainda meu tonta olhando o ambiente me vi no espelho! Mas não era mais a mesma, tinha mudado, me senti um pouco desapontada porque não tinha mudado muito a minha aparência. Depois daquela decepção com a minha comigo mesma resolvi que tinha saber aonde eu estava.
Andei pela a casa que desconhecia e percebi que estava na minha casa mesmo só minha, descobri isso porque vi algumas contas e estavam no meu nome, e não tinha nem um indicio que a minha mãe ou meu pai estivessem ali, senti uma pontada de solidão naquele momento! Sempre quis morar sozinha ter a minha casa mas não daquele jeito.
Continue a procurar mais coisas que pudesse me informa em que mundo eu tinha ido parar, não tive coragem de sair na rua e nem de olhar pela janela, sei que seria mais fácil se soubesse se na mesma cidade mas não consegui.
Na sala vi alguns CDs e livros, tinha certeza que eram meus porque como sempre coloco meu nome em tudo e estava tudo um pouco bagunçado só eu mesma conseguira fazer aquela bagunça. Vi também um mural de fotos e fiquei muito feliz porque conheci alguns rostos, mas não lembrava de quando tinha tirados aquelas fotos, minhas amigas e meu namorado estavam no mural também diferentes, meus pais estavam de cabelos brancos em uma das fotos.
Na mesa da cozinha tinha livros de psicologia abertos e um monte anotações, foi quando eu senti um friu na barriga tinha me tornado que eu sempre falei que seria, tinha minha casa e pelo que parecia ainda tinha minhas amigas, o me deixo triste foi ter pedido todo o processo me intende consegui tudo o eu queria quando tinha 17, mas me sentia muito infeliz por não lembrar de como tinha chegado ali.
Nesse momento o telefone toco fiquei com um pouco de receio de atender, mais minha curiosidade não deixo isso passar, então atendi:
- Alô
- THANNE ta na hora de acorda, você vai se atrasar!

Eu simplesmente pulei da minha cama verdadeira, fui no banheiro e me vi tudo estava normal aparentemente, meu quarto estava como tinha deixado, então me senti aliviada por ter voltado ao normal. Não sei como vai ser meu futuro e se vai ser igual na historia ai de cima, mais só sei que eu não quero perder nada, porque agora já sei que se eu perder um momento no futuro eu vou senti falta dele!

Sendo verdade ou não o importante e imaginar e sonhar!

PS: Não coloque o um falei aonde estava a minha casa, porque não sei aonde eu posso esta morando no futuro, tenho muitas opção na minha mente então quis deixa essa parte em branco.

2 comentários:

Ice Girl disse...

Gostei da descrição, gostei dos textos e gostei do blog.
Parabéns!!!

mariane bandeira disse...

achei bem legal o post , mas tenho uma amiga que fez uma coisa parecida :\
enfim , é importante sonhar e tudo , mas sem esquecer de ficar com os pés no chão ! :D
beijoos

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails